MeWe
The 100 MINI Mega Shock! SNK oficializa Neo Geo MINI!
Com o grande sucesso da Nintendo e o recente ingresso da Sega no mercado retrogamer, a SNK oficalmente apresenta seu retro-console contendo 40 grandes clássicos da empresa!
14 de Maio de 2018 Rafael de Oliveira Release
Após relançamentos de seus títulos mais bem sucedidos nos consoles da atual geração, a SNK propôs oficialmente o retorno de seu equipamento mais primoroso em uma releitura que atenda o crescente mercado retrogamer: o retro-console Neo Geo MINI! Manufaturação assinada pela própria SNK, o retro-console da empresa entra na briga por um espaço na coleção dos aficcionados por games clássicos dos anos 90, tal como tem feito a Nintendo e, recentemente, a Sega.
O Neo Geo MINI representa em uma miniatura (13,5cm de largura por 16,2cm de altura e 10,8cm de profundidade pesando aproximadamente 600g) o gabinete arcade de modelo japonês da empresa com botões e alavanca direcional característicos, tela própria de 3,5", saída HDMI para televisores e monitores, saída para fones de ouvido, duas entradas para controles e bateria interna recarregável.

Em comemoração dos 40 anos de existência da empresa, o retro-console virá com 40 jogos na memória. Os títulos ainda não foram anunciados pela SNK, porém a fonte que acertou as informações sobre o anúncio do retro-console informou a seguinte lista:
A distribuição do equipamento será diferenciada: o mercado oriental será contemplado com o mini gabinete nas cores vermelho, azul e branco, enquanto que no mercado ocidental o aparelho será disponibilizado nas cores cinza, azul e branco. Por enquanto a SNK não divulgou da de lançamento ou preço até o momento.

RETROSPECTO*:
  • Pré-Neo Geo MVS (1978-1990): Período de produções em arcades terceirizados. Grandes títulos como "Athena", "Psycho Soldier", "Ikari Warriors", "Gang Wars", "Guerrila War", "Prisioners of War", "Street Smart", entre outros, alavancaram a SNK para que, no momento certo, seu próprio hardware viesse ao mundo.

  • Neo Geo AES e Neo Geo CD (1990-2000): Um gigante surgiu no mercado mundial com um conceito simples: não se trata de uma conversão dos arcades, trata-se do arcade em si na sua casa. Assim surgiu o Neo Geo AES, um console de custo muito elevado porém poderoso o suficiente para proporcionar jogos incríveis de arcade sem nenhuma perda de qualidade. "Fatal Fury", "Art of Fighting", "Metal Slug", "World Heroes", "Samurai Shodown" e "The King of Fighters" simplesmente detonavam! E para uma experiência ainda mais caseira e acessível, a SNK lançou o Neo Geo CD para adequar seus sucessos à trilha sonora de qualidade superior, embora o console não tenha tido o mesmo êxito devido loadings muito demorados. Em 2000, a SNK simplesmente foi à falência, sem maiores considerações, deixando as ações para a empresa de pachinko Azure. Tão logo em 2002, a SNK Playmore retornou para seus antigos fundadores e surgiu para tentar continuar o legado, mas muitos dos programadores e artistas deixaram a empresa, o que notavelmente deixou indícios de que a antiga SNK se se fora para sempre. Mesmo assim, excelentes games surgiram como "The King of Fighters 2002", "Metal Slug 4", "SVC Chaos: SNK Vs Capcom", provando para o mundo sua incrível capacidade técnica mesmo diante da geração 128 bits.

  • Neo Geo Pocket / Pocket Color (1998-2000): Versão portátil de 16 bits costruída pela própria SNK. A versão Pocket Color teve mais representatividade e relevância, embora tenha tido um ciclo de vida curto. Apresentou games muito bons como "The King of Fighters R-2", "SNK Vs Capcom: Match of the Milenium", além de jogos em parceria com a SEGA como "Sonic The Hedgehog Pocket Adveture", além de interações com o Dreamcast via cabo específico.

  • Hyper Neo Geo 64 (1997-1999): Ingressão da SNK ao mercado de jogos 3D via arcade. Apenas sete jogos foram produzidos e pouco reconhecidos na época: "Samurai Shodown 64", "Samurai Shodown 64: Warrior's Rage", "Fatal Fury: Wild Ambition" (este que teve maior janela ao ser portado para o PS1), "Buriki One", " Beast Busters: Second Nightmare", "Road's Edge" e "Xtreme Rally".

  • Neo Geo X (2012-2017): Lançado em Dezembro de 2012 em parceria com a TOMMO, o Neo Geo X é o primeiro aparelho híbrido entre console e portátil da SNK. Claramente voltado para o mercado retrogamer, a caixa, o controle arcade e a dock station são idênticas em aparência ao Neo Geo AES, o que chamou bastante a atenção. Com jogos clássicos da empresa na memória e em cartões SD, o Neo Geo X teve uma excelente apresentação porém desastrosa execução por parte da TOMMO. Infelizmente, o console apresentou problemas na resolução em TVs modernas, além da falta de recursos como conexão wi-fi. O emulador interno é o Final Burn Alpha, facilmente adquirido desde o início dos anos 2000, o que desanimou muitos que aguardavam a manufaturação do console com acesso aos cartuchos antigos.

  • Anúncio oficial: SNK Global
    *Fonte: Neo Geo Kult
Opinião:
A notícia não me deixou empolgado. Esperava ao menos uma réplica idêntica do Neo Geo AES tão amado e desejado até hoje. Lamentavelmente, o custo ainda não divulgado deve ser elevado por possuir uma tela própria tão insignificante que é difíci entender sua implantação no aparelho se não puramente estética.

Mais uma peça de colecionador que não vai passar de um mero artigo de luxo. Se existisse a real intenção de comemorar 40 anos de existência, o retro-console deveria ter no mínimo resquícios da qualidade tão elogiada encontrada no Neo Geo AES.

As coletâneas espalhadas pelas gerações passadas ainda valem mais a pena!
Todas as imagens contidas neste website são propriedade de seus respectivos autores.
Copyright © 2015-2018 - BLACKBELT Virtual Dojo of Games - Todos os direitos reservados.