MeWe
Twitter
Instagram
Statera Studio entra em campanha de financiamento no Indiegogo para trazer Pocket Bravery!
Fighting Game brasileiro promete entregar mecânicas de combate refinadas em belos gráficos pixel art!
13 de Maio de 2021 Rafael de Oliveira Release
Pocket Bravery está em desenvolvimento pela produtora brasileira Statera Studio, e recentemente abriu campanha de financiamento pela plataforma Indiegogo. Segundo a produtora, cerca de 60% do conteúdo destinado ao fighting game já está finalizado, porém as metas de arrecadação estabelecidas oferecerão adicionais como modo tag, modo história, estágios e novos lutadores.

Confira abaixo o trailer de abertura para a campanha de arrecadação:
PERSONAGENS:
Grandes destaques do título, a personalidade e o estilo de luta dos personagens selecionáveis em "Pocket Bravery" foram fortemente baseadas em sua nacionalidade representada. Embora caracterizados no formato Super Deformed (utilizado em algumas produções da Capcom como "Mighty Final Fight", "Super Puzzle Fighter" e "Super Gem Fighter"), a postura adotada para os lutadores é mais sóbria, evitando exageros mais comuns aos cartoons (como olhos gigantes, troca instantânea de roupas, bigornas e objetos ultra pesados, etc), aproximando-se mais dos títulos da SNK produzidos para o NeoGeo Pocket (como "The King of Fighters R" e "SNK vs. Capcom: Match of the Millenium". "Pocket Bravery" introduz lutadores pequenos que se apresentam e se comportam como grandes.

11 lutadores foram elaborados para o título, sendo 4 selecionáveis na demonstração beta divulgada na Steam.
GRÁFICOS:
Os lutadores e efeitos especiais são desenhados em pixel art, acompanhados de animações fluídas para seus movimentos. Filtros gráficos capazes de simular desfoque e scanlines foram incluídos nas opções. Os cenários são amplos e variados, e também sofre alterações no decorrer dos rounds. Os menus contam com ilustrações caprichadas dos personagens.

MÊCANICA de COMBATE:
Quatro botões de ataque estão disponíveis, divididos por dois de soco e dois de chute. A movimentação conta com manobras oriundas de "The King of Fighters" (corrida, backdash, long jump) e "Street Fighter III" (quick recovery e normal grab feito com os dois botões de ataque leve). Para sair de situções de pressão, um comando defensivo foi criado para interromper o ataque adversário (mecânica similar do blowback durante defesa de "The King of Fighters 98"). Golpes especiais são desferidos com combinações do direcional e botões, tal como nos tradicionais dos arcades 2D. Duas barras estão à disposição durante os combates: a "Elemental" e a "Power", e são usadas em conjunto para o cancelamento de ataques durante combos. Cada lutador possui um poderes especiais baseado em elementos como fogo, gelo, eletricidade, etc, específicas para a barra "Elemental". Todo o sistema de combate foi construído para atender jogadores iniciantes e experientes nos fighting games.

"Pocket Bravery" terá 30 dias de campanha no Indiegogo, para arrecadar r$ 100.000,00, e o download da demonstração já está disponível na plataforma Steam.

Campanha de financiamento: Indiegogo
Download via STEAM: "https://store.steampowered.com/app/1555150/Pocket_Bravery/
Opinião:
"Pocket Bravery" pode ser um excelente começo para a o desenvolvimento de Fighting Games no Brasil. Infelizmente, "Trajes Fatais" sofre muito para ser completado, sendo um projeto de 10 anos de idealização, uma campanha bem sucedida de financiamento coletivo, seguido de um séríssimo golpe financeiro, que culminou na saída do próprio Jhonatan Ferreira, agora fundador do Statera Studio e produtor de "Pocket Bravery".

Jogos de luta são complexos, exigem programação avançada diante a enorme risco de se criar uma jogabilidade quebrada, e a concorrência com as gigantes Capcom, Arc System Works, Bandai-Namco, Netherealm e SNK é esmagadora.

Casos bem sucedidos de games indie produzidos por brasileiros tem se repetido com o passar dos anos, felizmente, mas não há um título que remeta aos Fighting Games ou Beat'em Ups, e "Pocket Bravery" pode ser o primeiro a preencher esta lacuna.

A demonstração disponível na Steam traz tudo o que se precisa para entender as novas mecânicas e estilos de luta que estarão no game, e a parte gráfica é simples e agradável. A Statera Studio promete estabilidade em relação aos modos online graças ao GGPO Rollback Netcode, muito elogiado em alguns títulos da SNK como "The King of Fighters 2002 Unlimited Match".

Tudo no game me agradou bastante, nos mínimos detalhes, e torço muito para "Pocket Bravery" entrar na biblioteca de muitos e muitos jogadores! O game merece todo o apoio da comunidade, não apenas por ser criado por brasileiros, mas por apresentar personagens interessantes, boas mecânicas e divertir como apenas um Fighting Game dos bons é capaz!

Todas as imagens contidas neste website são propriedade de seus respectivos autores.
Copyright © 2015-2021 - BLACKBELT Virtual Dojo of Games - Todos os direitos reservados.